Imagem capa - Tipos de Casamento: por onde começar? por Lucas Lermen Fotografia
Para Noivas

Tipos de Casamento: por onde começar?


Oi pessoal!


O assunto de hoje tem tudo a ver comigo: casamento!


Sim, já faz 10 anos que eu me encontrei como fotógrafo de casais. Sem dúvida eu fotografo outros eventos, mas acredito que 80% das pessoas que me procuram é por causa dos casamentos.


E nesse convívio com noivas, padrinhos e parentes sempre aprendo muito. Quando um casal me procura pra conversar, minha mente encontra muitos pensamentos sobre o assunto. No entanto, o mais importante é ouvi-los e conhecer suas particularidades, isso é o que resulta em fotografias únicas.


Muitas vezes, o caminho até a definição do enlace é obscuro. Por isso hoje, eu queria falar sobre alguns tipos de casamento e trazer – de forma simples - uma luz sobre assunto que faz parte de um vasto universo.


- Por onde começar?


Na maioria das vezes, eu acredito que as pessoas não têm uma ideia clara ao começar o planejamento da união e durante o processo vão se descobrindo enquanto futuros cônjuges.


São esses casais que mais precisam de informações, porque há muitas descobertas, empecilhos a serem vencidos para que a criação ou oficialização de uma família aconteça de fato. O todo precisa passar pelo filtro do que é prioritário, executável e principalmente algo que agrade os noivos por fim.


As bodas variam muito de acordo com o perfil dos noivos, então é importante saber, qual é o seu temperamento, personalidade, suas preferências nos casamentos, a visão que tem das festas e como você poderá ficar satisfeito, fazendo uma escolha que se adeque a quem você realmente é.


Preciso ressaltar que não existe certo ou errado quando falamos de escolhas da celebração. Mas existe aquele tipo de matrimônio que combina tanto com o perfil dos noivos que se torna o ideal.


Então esse é um ponto MUITO importante:


Encontrar um casamento que se encaixe perfeitamente naquilo que você idealizou.


O que não é, de longe, uma tarefa fácil. Porque existem muitas questões envolvidas desde o planejamento até a execução. Temos a parte financeira, a data, o espaço da festa, os convidados, trajes, decoração, alimentação, as fotos e filmagem, além de uma infinidade de pequenas tarefas no percurso [UFA].


A única coisa que posso afirmar é que se você se dedicar no planejamento as chances de um final esplendoroso são bem maiores [normalmente acompanhadas da sensação de “dever cumprido”. Dito isto, vamos então aos tipos de casamento.


1. Casamento clássico




É o casamento que mais se encaixa naquele perfil de casal que admira os princípios herdados ao longo dos anos. Conhecido também como tradicional, é o evento onde os noivos e suas famílias primam por detalhes muito bem executados.


É dessa forma que o clássico se manifesta, na elegância de cada etapa. Existem costumes e tradições que são amplamente valorizados.


São itens como o bolo em camadas e os arranjos com elementos dourados ou em cristal que fazem com que haja essa identificação para que você encontre coisas comuns às memórias de todos nós. Seja um broche da avó ou o vestido princesa, vai haver conexões com o passado à mostra.


É uma forma de dizer que o legado se perpetua.


A fotografia, por sua vez deve realçar cada tonalidade que comunica a harmonização entre o espaço, os noivos e tudo o mais que puder ser utilizado como inspiração, e posteriormente caiba em um álbum de fotos.


2. Casamento na praia




Demanda uma logística muito bem planejada, por contar com as interferências da natureza, mas tem seu charme particular.


O mais comum é que uma cerimônia como essa seja realizada por casais mais despojados que querem compartilhar entre familiares e amigos sua união com o ar fresco da praia! Esse ambiente descontraído se forma pelo contato com a água e a areia que fazem com que tudo tenha que ser mais leve.


A decoração deve acompanhar essa fluidez. Os trajes, tanto dos noivos como dos convidados precisa ter texturas que se adequem à maresia. E a gente sabe que não é possível controlar os eventos naturais, mas uma programação detalhada, com certeza vai minimizar o impacto de uma viração de tempo, por exemplo.


O importante é contar com uma comunicação muito clara dos papeis de cada participante antes, durante e depois da festa, para que os imprevistos sejam... previstos. Lembre também de proporcionar uma experiência agradável às pessoas que estarão presentes.


Totalmente ao contrário do casamento clássico, esse estilo permite uma liberdade diferente, que está ligada à necessidade de adaptação ao cenário do momento, mas que em outros casamentos não seria possível.


Quando eu fotografo casamentos na praia, sempre tenho o cuidado de conversar com os noivos sobre as possibilidades e alternativas que podemos trabalhar a partir do que eles têm em mente, mas superando eventuais clichês fotográficos e possíveis emergências.


3. Casamento no campo




Quem nunca se emocionou assistindo “Noivas em Fuga” com Julia Roberts e Richard Gere se unindo em matrimônio no alto de uma colina? Casórios no campo são românticos e originais por si só ao trazerem algo de “voltar às raízes” aos nossos dias.


Como muitos casais vivem nos grandes centros urbanos, se torna um diferencial realizar uma cerimônia em um ambiente rústico e repleto de natureza.


Assim como o casamento na praia, o planejamento deve estar adequado ao local. Quando decidir pela localização, tenha em mente o deslocamento dos convidados, a estrutura e opções que oferece. Um item que pode fazer toda a diferença é se o espaço oferece uma alternativa em caso de mau tempo. 


Apesar de torcer para um dia lindo ao se casar, deve ter em mente que o clima não está sujeito às noivas. Também é importante pensar cuidadosamente sobre a decoração, o que pode ser usado para realçar os elementos naturais e o que pode ser menos interessante no conjunto da obra. 


Para o bem-estar dos convidados, programe acessórios como: um leque para dias quentes ou repelente para afastar mosquitos. Uma sinalização correta dos pontos de apoio, são muito úteis igualmente.


Dependendo do horário em que realizar seu casamento, pode usar muitas opções de iluminação para fotos incríveis! A luz natural é uma grande aliada para fotos nesse estilo, enquanto luminárias ou varal de luzes tornam as fotografias do pôr do sol em diante, mais interessantes. 


4. Mini Wedding




Como o próprio nome diz é uma versão pocket da maioria das núpcias que vemos. A estrutura tem o foco num ambiente mais intimista com poucos convidados.


Esse estilo acompanha os casais modernos que valorizam esse momento tão importante com os familiares e amigos mais chegados com o objetivo de aproveitar o momento ao máximo sem muitas formalidades. 


O brilho de uma boda assim é justamente o quanto os noivos valorizam os relacionamentos mais próximos ao iniciar sua própria família, demonstrando isso de uma forma carinhosa nos detalhes da festa.


O fato de ser um evento compacto torna a escolha do local uma tarefa mais fácil, sendo que normalmente são escolhidos, a casa dos pais ou o jardim de algum local importante na história dos noivos. Também podem ser escolhidos bistrôs e até bibliotecas pela menor quantidade de convidados.


O cerimonial mais livre, me permite fotografar cada instante pacientemente, valorizando o aconchego de cada cena.


5. Elopement Wedding




Esse é um casamento para oficializar a união do casal sem muitos participantes. A expressão quer dizer basicamente que os noivos vão fugir para se casar. Mas hoje em dia com a liberdade que temos o conceito nos fala mais sobre escapar de uma superprodução ao se casar.


Uma cerimônia desse tipo pode comportar até 15 convidados, mas normalmente os noivos não levam nenhum convidado. Um dos motivos é o deslocamento: o elopement está ligado a uma viagem dos dois apenas.


Aqui o diferencial são os serviços. Você deveria contratar uma equipe para ajudar você com essa missão de casar “a sós”. Inclusive os serviços de um fotógrafo – como eu – para garantir que seu momento de se tornarem “marido e mulher” esteja registrado para a posteridade.


São muitas as opções disponíveis no quesito cerimônia de casamento hoje em dia, mas ouça seu coração na hora de escolher. Analisem qual é a mais adequada pra vocês como casal. 


Noivos: conversem entre si e descubram o que mais gostam em um estilo e o que não agrada vocês no outro. 


Uma boa dica é também conversar com quem já passou pelo que vocês desejam vivenciar. Outros casais podem ter uma visão realista e menos romântica do que funciona [ou não] quando falamos de cerimônias e festas.


Por fim, o importante é celebrar o amor e cumplicidade que vocês conquistaram até chegar a esse momento da vida, independentemente da forma que escolherem pra fazer isso.


E claro, tenham um fotógrafo por perto para eternizar a emoção de cada momento.